segunda-feira, 11 de maio de 2009

287 Em como granjear ganhos

287
“Aquele que é louco...etc.” - Esta história o Mestre contou em Jetavana sobre um sacerdote discípulo do Ancião Sariputra. Este irmão veio e saudou o Ancião, e sentando em um lado, perguntou a ele o modo de conseguir ganhos e como poderia arranjar roupas e coisas semelhantes. O Ancião respondeu, “Amigo, existem quatro qualidades que fazem um homem ter sucesso em conseguir ganhos. Ele deve livrar-se da modéstia de coração, deve resignar-se das suas ordens, deve aparentar ser louco mesmo que não o seja ; ele deve difamar ; ele deve se comportar como um dançarino ; deve utilizar palavras indelicadas em todo lugar.” Assim ele explicou como alguém consegue um grande ganho. O irmão constestou este método e saiu fora. O Ancião foi até o Mestre e contou a ele sobre isto. O Mestre disse, “Esta não é a primeira vez que este irmão fala menosprezando os ganhos ; ele fez o mesmo antes ;” e então, com o pedido do Ancião, ele contou um conto(a) do mundo antigo.

______________________

Certa vez quando Brahmadatra reinava em Benares, o Bodhisatva nasceu em uma família Brahmin. Quando estava com a idade de dezesseis anos, já dominava os Três Vedas e as dezoito realizações ; e ele se tornou um professor de larga fama, que educava um corpo de quinhentos jovens. Um dos jovens, de vida virtuosa, aproximou-se de seu professor um dia com a questão, “Como este pessoal consegue ganhos ?”
O professor respondeu, “Meu filho, existem quatro qualidades que granjeiam ganhos a este pessoal ;” e ele repetiu a primeira estrofe :-

Aquele que é louco, aquele que calunia,
Que tem trejeitos de ator, que conta histórias doentias,
Tal é a pessoa que ganha prosperidade,
Onde todos são tolos : que esta seja tua máxima.

O pupilo ouvindo estas palavras do mestre expressou sua desaprovação em granjear ganhos nas segintes duas estrofes :-

Vergonha àquele que granjeia glória e ganhos
Por medonha destruição e pecados perversos.

Com a tigela na mão, levarei vida errante
Melhor que viver na corrupção e na ganância.

Assim o jovem louvou as qualidades da vida religiosa ; e logo se tornou um eremita e solicitava ofertas com retidão, cultivando as Consecuções, até se tornar destinado ao mundo de Brahma.

____________________

Quando o Mestre terminou este discurso ele identificou assim o Jataka :- “Naquele tempo o irmão que desaprovava os ganhos era o jovem mas o professor era eu mesmo.”

Nenhum comentário: